God of War: como Atreus poderia se tornar tão legal quanto Kratos

God of War: How Atreus Could Become Just As Cool As Kratos

E se disséssemos que o futuro da franquia God of War poderia estar nas mãos do filho mais novo de Kratos, Atreus?

RELACIONADO: O próximo Deus da Guerra poderia ser uma mulher?

Quer você se lembre dele como um turbilhão de raiva, uma besta de carga despachando impiedosamente até mesmo divindades literais, ou como um mentor desgastado tentando manter sua fúria sob controle no crepúsculo de sua vida, poucos personagens na história do jogo passaram pelo mesma transformação brutal de Kratos.

Outrora uma máquina de matar entorpecida que gritava constantemente por vingança, este Deus da Guerra caído encontrou uma partícula de humanidade em meio às ruínas de sua raiva: seu filho, Atreus. Ele é o homem (bem, Deus, tecnicamente) que colocou o panteão grego de joelhos – e ainda assim ser pai pode ser seu maior desafio.

Enquanto os fãs ainda debatem quem Kratos é o melhor – e até mesmo o criador da série sente que ele suavizou um pouco demais em suas últimas aparições – uma coisa é certa: ainda não vimos tudo o que há para ver em Atreus.

Mesmo que God of War Ragnarök nos tenha dado uma visão melhor de Atreus como protagonista, ainda há muito potencial para um personagem tão único quanto ele no futuro da franquia.

A Saga de Atreu

Quando conhecemos Atreus pela primeira vez, ele parece ser uma criança inocente, embora um pouco rebelde. À primeira vista, os jogadores que chegam a God of War depois de God of War 3 podem até temer que o jogo se torne apenas uma longa missão de escolta. No entanto, à medida que você se apega mais a Atreus, você descobrirá que ele representa o ponto culminante da jornada de Kratos.

Atreus não apenas se torna um guerreiro temível em seus próprios termos, mas o caminho que ele segue para chegar lá é um indicativo do desenvolvimento do personagem de Kratos.

De cara, acho que seria quase impossível para o filho de Kratos ser tão forte fisicamente quanto o pai. A educação de Atreus não foi tão traumática quanto a de seu pai, e ele nunca foi convocado para o exército. Alguns podem ver isso como um sinal de fraqueza, mas na verdade é o que torna Atreus um poder tão interessante.

Kratos é um valentão – o típico tipo de herói que ataca primeiro e pergunta depois. Não há nada de errado com esse arquétipo, mas Atreus não precisa dessa mentalidade para conquistar seus inimigos.

Ao longo do reboot de God of War, vemos um Atreus que cresce não apenas como um menino descobrindo a dureza do mundo, mas também como filho do Deus da Guerra, que deixou apenas a miséria em seu caminho para se vingar. Eventualmente, com a realização de sua natureza divina, finalmente temos a ideia de um novo deus da guerra – um deus que entende que a guerra tem muitas faces – e que “espancar todos até a morte” não é necessariamente o melhor curso de ação. Ação.

RELACIONADO: 15 deuses poderosos que Kratos poderia enfrentar em God of War 6

Um homem velho

Embora Atreus nunca alcance a força bruta de seu pai, o Fantasma de Esparta, o jovem deus claramente herdou talentos formidáveis. Podemos dizer que ele se parece mais com o pai do que pensa.

Logo de cara, há uma diferença curiosa entre os dois guerreiros que mostra que Atreus pode abrir seu próprio caminho para a frieza. Enquanto Kratos gosta de combate próximo e pessoal com as Lâminas do Caos e o Machado Leviatã, Atreus prefere uma abordagem de combate mais tática.

Misturando magia e arco e flecha, Atreus é um guerreiro que prefere a astúcia à pura força – o diametralmente oposto de seu bom e velho pai espartano. Há também a questão do temperamento infame de Kratos. Embora Atreus seja rebelde, ele é significativamente mais calmo que seu pai. Talvez seja o sangue do Gigante de Gelo correndo em suas veias?

Independentemente disso, é preciso ter em mente a verdadeira identidade de Atreu e as conotações que ela poderá ter para o resto da história. Afinal, os fãs que mais investem na mitologia nórdica podem saber que o verdadeiro Loki é muito mais sinistro do que o seu homólogo da Marvel.

Lutando contra si mesmo

O filho de Deus da Guerra

A trilogia original de God of War conta a história de um homem consumido pelo ódio aos deuses que o usaram como peão. Em muitos aspectos, é uma história de rebelião contra um sistema falho ou corrupto. No entanto, essa mesma história realmente não funciona para Atreus, especialmente agora que o Ragnarok já aconteceu.

Por outro lado, Atreu é um personagem mais trágico, assim como seu pai. Enquanto Kratos foi enganado pelos deuses, Atreus terá que aprender a exercer seus poderes divinos com responsabilidade, para não cair nas mesmas armadilhas de seu pai. Ele também é o deus da malandragem e do engano, o que já significa que ele terá que manter um forte senso moral se quiser continuar sendo um “herói”.

O fato de Atreus ser o novo líder da franquia God of War também pode resolver uma reclamação comum dos jogadores em relação à última saga da série. Se a suavização de Kratos faz sentido para a trama, ainda é surreal ver o Fantasma de Esparta sendo um pai modelo.

Seguir Atreus enquanto ele luta com sua moralidade e poderes divinos parece ser o próximo passo lógico para a franquia. Afinal, a história de Kratos está praticamente terminada neste ponto – o reboot e Ragnarok foram vistos como epílogos de sua saga.

A maior parte da história dos primeiros jogos de God of War era sobre Kratos escapando e corrigindo os erros do homem que ele já foi. No caso de Atreus, a história poderia focar em como ele evita o homem que poderia ser. Isso é suficiente para fazer de Atreus um personagem com o mesmo nível de complexidade de Kratos, com o bônus adicional de um personagem novo e original que se enquadra no novo conceito da franquia God of War da Santa Monica Studios.

RELACIONADO: O jovem Kratos poderia derrotar o velho Kratos?

Todos os olhos estão voltados para o futuro

God of War: como Atreus poderia se tornar tão legal quanto Kratos

A última vez que vemos Atreus é para se despedir emocionado de seu pai e embarcar em sua própria missão para salvar os gigantes. Ainda não sabemos o que essa busca implica. Uma coisa é certa, porém: esta é uma premissa fascinante para o próximo God of War.

Uma das coisas que todo fã da série vem clamando é a adição de novas mitologias à história, e Atreus pode ser a chave para isso. Embora ainda não saibamos se Atreus será o próximo protagonista ou se uma mulher tomará o lugar de Kratos no próximo episódio, pelo menos sabemos que Atreus é um novo líder forte no mito de God of War.

Seu domínio único da magia e do fluxo do combate, suas origens gregas e nórdicas compartilhadas, bem como o poder de seu pai, fazem de Atreus um dos personagens de videogame mais fascinantes do nosso tempo. Contanto que o inevitável próximo capítulo da série explore as habilidades únicas de Atreus e não tente torná-lo “Kratos leve”, há uma boa chance de que ele seja lembrado como uma divindade assassina e legal – assim como seu pai eternamente irascível.

RELACIONADO: Olhando para trás, God of War Ragnarok deveria ter sido muito melhor

O que você acha ? Poderia Atreus se tornar o Kratos de God of War?