Cisco fortalece compromisso com segurança de rede nativa em nuvem ao adquirir a Isovalent

O anúncio da aquisição da Isovalent pela Cisco

« `html

A gigante da tecnologia de rede, Cisco, recentemente ganhou as manchetes com o anúncio da aquisição da Isovalente, uma empresa reconhecida por sua experiência em segurança de rede e soluções inovadoras. Esta fusão é vista como uma estratégia fundamental para a Cisco no fortalecimento do seu portfólio de soluções de segurança e na aceleração da sua visão da rede da próxima geração.

Fundada por especialistas em segurança de rede, Isovalente é particularmente conhecida por seu investimento no projeto de código aberto Cilium, que usa os recursos do kernel Linux, eBPF (extended Berkeley Packet Filter), para fornecer rede de alto desempenho e segurança para ambientes de contêiner, virtuais e físicos.

Implicações para a indústria de segurança de rede

Esta aquisição é particularmente significativa para o setor de segurança de redes. Não só indica o reconhecimento da crescente importância da segurança nas infra-estruturas e serviços em nuvem, mas também sublinha o compromisso de Cisco em direção a tecnologias de ponta como o eBPF.

  • Aprimorando a segurança moderna da rede e os recursos de monitoramento
  • Integração de soluções inovadoras na oferta de serviços Cisco
  • Fortalecendo a liderança da Cisco em nuvem híbrida

Benefícios para clientes e profissionais de TI

Clientes e profissionais de TI podem esperar benefícios tangíveis desta aquisição. A integração da tecnologiaIsovalente para aquele de Cisco, promessas:

Benefícios Descrição
Maior desempenho Soluções de rede e segurança mais integradas e de alto desempenho em ambientes de nuvem.
Flexibilidade operacional Gerenciamento simplificado de políticas de segurança por meio de uma plataforma unificada.
Inovação contínua Apoiar o crescimento de uma comunidade de código aberto e impulsionar novos avanços tecnológicos.

Reações do mercado e perspectivas futuras

A reação do mercado ao anúncio da aquisição daIsovalente por Cisco foi globalmente muito positivo. Os analistas reconhecem o valor acrescentado que esta aquisição traz para a Cisco num mercado competitivo. Com a promessa de integrar tecnologias avançadas como o eBPF em seus produtos, a Cisco espera se destacar ao oferecer segurança de rede incomparável, antecipando futuros desafios de segurança cibernética.

Em conclusão, esta compra estratégica deverá não só consolidar a posição da Cisco como líder na área de segurança de rede, mas também abre a porta para novas inovações benéficas para empresas e usuários finais em todo o mundo.

O que isso significa para a segurança de rede nativa da nuvem


« `html

Definição de segurança de rede nativa em nuvem

O termo nativo da nuvem refere-se a aplicativos projetados especificamente para nuvem, aproveitando seus recursos elásticos e também práticas como microsserviço, O containers e orquestração. Lá segurança de rede nativa da nuvem é portanto o conjunto de meios e estratégias implementadas para proteger estas aplicações e infraestruturas cloud de ameaças e ataques através da utilização de ferramentas e práticas adaptadas a este ambiente específico.

Importância da segurança na nuvem

Num ambiente de nuvem, a segurança deve ser proativa e onipresente. Dada a rápida dinâmica do provisionamento de recursos, as estratégias tradicionais de segurança de rede não são suficientes. Em vez de depender apenas de perímetros de segurança físicos, a segurança nativa da nuvem deve incorporar políticas que rastreiem aplicações e dados, independentemente da sua localização.

Os principais desafios da segurança de rede nativa da nuvem

  • Gerenciamento de identidade e acesso
  • Visibilidade na configuração de recursos e serviços
  • Monitoramento e detecção de ameaças
  • Auditorias de conformidade e regulatórias

Políticas de segurança nativas da nuvem

Faça uma abordagem nativo da nuvem para segurança de rede envolve a implementação de práticas como:

  1. Confiança Zero: Não conceda confiança por padrão, mesmo para usuários da rede interna.
  2. Segurança como código: Integre a segurança ao ciclo de vida de desenvolvimento de software.
  3. Automação de segurança: Aproveite as ferramentas de automação para aumentar a capacidade de resposta e a resiliência.

Ferramentas de segurança específicas nativas da nuvem

Ferramenta Descrição
Firewalls em nuvem Proteção dos recursos da nuvem filtrando o tráfego de entrada e saída.
Plataformas de corretor de segurança de acesso à nuvem (CASB) Intermediários entre usuários e provedores de nuvem para aplicar políticas de segurança.
Soluções de plataformas de proteção de carga de trabalho em nuvem (CWPP) Protegendo cargas de trabalho em ambientes de nuvem.

segurança de rede nativa da nuvem é um componente vital que requer uma abordagem específica, dinâmica e adaptativa. Ao incorporar a segurança no centro dos processos de desenvolvimento e operações, as empresas podem garantir uma defesa robusta contra ameaças em constante evolução.

Como a Isovalent fortalecerá a oferta da Cisco


Com a integração da Isovalent, empresa líder em tecnologias de segurança de rede baseadas no projeto de código aberto Cilium e eBPF, a Cisco está trabalhando para fortalecer significativamente seu portfólio de soluções de segurança de rede. Neste artigo, veremos as diversas maneiras pelas quais essa aquisição estratégica tem o potencial de transformar a oferta de segurança de rede da Cisco.

Melhorando os recursos de segurança das infraestruturas nativas da nuvem

A Isovalent se destaca pelo domínio da tecnologia eBPF (Extended Berkeley Packet Filter), que possibilita monitorar, filtrar e manipular de forma mais dinâmica operações em nível de pacote em sistemas Linux. Esse recurso se traduz diretamente em segurança aprimorada para aplicações e infraestrutura nativas da nuvem.

A oferta atual da Cisco, focada em nuvem e rede, será enriquecida graças às inovações da Isovalent. Os clientes da Cisco beneficiarão, portanto, de uma maior visibilidade do tráfego da sua rede, de uma melhor prevenção de ameaças e de uma implementação e gestão simplificadas de políticas de segurança em ambientes complexos.

Estendendo serviços de segurança para ambientes Kubernetes

Plataformas de orquestração de contêineres, como Kubernetes, são a base dos aplicativos modernos. A Isovalent é um importante player que fornece soluções de rede e segurança para Kubernetes. A sua integração permitirá à Cisco oferecer serviços de segurança dedicados ao Kubernetes, garantindo assim uma segurança contínua da orquestração de contentores e da sua comunicação.

Desempenho e segurança em nível de kernel com eBPF

A tecnologia eBPF, que está no centro das soluções da Isovalent, fornece recursos de programação do kernel Linux sem modificar o próprio kernel. A integração do eBPF nos produtos Cisco permitirá o desenvolvimento de aplicações de segurança que rodam com alto desempenho e segurança intrínseca no nível do sistema operacional.

Expansão Estratégica no Mercado de Segurança de Redes

A Cisco pretende consolidar a sua posição no mercado de segurança de redes, expandindo a sua oferta a novas indústrias e geografias. A experiência da Isovalent em tecnologias de rede inovadoras é uma vantagem para a Cisco na sua busca de expansão, permitindo-lhe abordar novos segmentos de mercado e satisfazer as necessidades específicas das empresas em fase de transformação digital.

Alinhamento com DevOps e tendências de segurança

A filosofia DevOps defende integração e entrega contínuas (CI/CD) de software. As ferramentas e práticas DevOps exigem plataformas de segurança que possam se adaptar rapidamente. A Isovalent complementa perfeitamente os esforços da Cisco nesta área, fornecendo soluções de segurança que se integram naturalmente aos fluxos de trabalho DevOps.

Concluindo, a aquisição da Isovalent pela Cisco é um passo gigantesco no sentido de oferecer segurança de rede de ponta. Desde a otimização dos recursos de segurança para infraestruturas em nuvem até tecnologias inovadoras de kernel, a Cisco está se alinhando com as necessidades crescentes das empresas modernas. Fique atento às futuras análises sobre a evolução desta parceria estratégica.

As perspectivas futuras para soluções de segurança na Cisco

Introdução à evolução da segurança de rede

O mundo da segurança de redes está em constante evolução, enfrentando novas ameaças e avanços tecnológicos. Na casa de Cisco, um importante interveniente no domínio da cibersegurança, a inovação está no centro da estratégia para antecipar e combater os riscos de amanhã. Este artigo explora as direções que poderiam tomar Cisco para permanecer na vanguarda da segurança.

Fortalecendo a inteligência artificial e o aprendizado de máquina

A integração de >inteligência artificial (IA) e aprendizado de máquina em soluções de segurança são uma tendência importante. Para Cisco, isso representa uma oportunidade para melhorar a detecção de ameaças em tempo real, bem como a capacidade de antecipar ataques usando algoritmos cada vez mais precisos.

Automação de processos de segurança

A automação de tarefas de segurança constitui outra área de desenvolvimento para Cisco. Não só reduz a carga de trabalho dos profissionais de segurança de TI, mas também lhes permite responder de forma mais rápida e eficaz aos incidentes de segurança.

Desenvolvimento da arquitetura Zero Trust

Com a abordagem Confiança Zero, nenhum usuário ou dispositivo é considerado confiável por padrão, mesmo que já esteja na rede. Cisco deverá continuar a reforçar as suas ofertas em torno deste conceito, assegurando a verificação sistemática de identidades e o acesso para maior segurança.

Expandindo a segurança para ambientes híbridos e em nuvem

A migração acelerada para serviços em nuvem traz novos desafios de segurança. Cisco provavelmente está desenvolvendo soluções específicas para proteger ambientes híbridos e de nuvem, garantindo que os dados sejam protegidos onde quer que residam.

Colaborações e aquisições estratégicas

Para reforçar a sua posição no domínio da segurança cibernética, Cisco poderia continuar sua estratégia de colaborações estratégicas e aquisições de empresas inovadoras. Isto permitir-lhe-ia expandir o seu portfólio de soluções e integrar novas tecnologias de ponta.

Foco no treinamento e conscientização sobre segurança cibernética

Compreender as questões de segurança e conhecer boas práticas é fundamental para prevenir riscos. Cisco deve continuar a investir na formação e consciencialização em segurança cibernética, ajudando os seus clientes a protegerem-se eficazmente contra ataques cibernéticos.

A cibersegurança é um campo em constante mudança que exige respostas inovadoras e proativas. Cisco, com sua reputação como líder do setor, tem todas as cartas em mãos para moldar o futuro da segurança de rede por meio de soluções avançadas e integradas que enfrentarão os desafios de amanhã.